Share Voto Rápido

Poll link

500 px
350 px
250 px
Pré-visualizar

- Pré-visualizar

Largura - Altura em pixeis - pixeis

Fechar pré-visualização
! Está a usar um navegador que não é compatível A sua versão do navegador não está otimizada para a Toluna, recomendamos que instale a versão mais recente Atualizar
A nossa Política de Privacidade rege a sua participação no nosso Painel de Influenciadores, que você pode acessar aqui. O nosso website usa cookies. Como no mundo offline, cookies tornam qualquer situação melhor. Para aprender mais sobre os cookies que são usados no nosso website, verifique a nossa Política de Cookies.

TolunaPortugal

  19 dias atrás

Cheias em Veneza| #TolunaNews

O nível da água subiu novamente cinco dias depois de chuvas fortes inundarem a cidade italiana com um recorde de 187 centímetros de água do mar, sendo o nível mais alarmista desde os últimos 50 anos. Os venezianos foram alertados por uma sirene e estão a receber alertas através do telefone e internet sobre o nível da água e outras coisas importantes a terem em mente, estes comunicados são enviados pelo município e pela gestão de desastres da cidade.

Mais uma vez, a Praça de São Marcos, conhecida como um dos pontos mais baixos da cidade, foi fechada. Aqui, o nível de água atingia a altura dos joelhos e, de modo geral, 70% da cidade ficou submersa.

O fenómeno que atingiu a cidade a 12 de novembro e que quase estabeleceu recordes, 187 centímetros, é o segundo maior nível de água de todos os tempos, atrás dos 194 centímetros no dilúvio de 1966.

"Veneza vai recuperar", disse o presidente do município Luigi Brugnaro, numa entrevista no domingo. Segundo os dados fornecidos pelo corpo de bombeiros da cidade, mais de 740 intervenções foram necessárias desde terça-feira: os bombeiros ajudaram a desalagar lojas, apartamentos, a remover gôndolas e barcos que flutuavam nos cais.

Na sua opinião, as constantes inundações em Veneza estão relacionadas com o aquecimento global? Como podemos evitar tais acontecimentos?

Deixe-nos saber nos comentários.

Influencie o seu mundo!

TolunaPorutgal
Responder
Comente

M2586949f

  13 dias atrás
É uma situação triste. A mudança climática é real. Responder
0 comentários

d7446925s

  17 dias atrás
Todas estas variações são devidas ao afastamento das pessoas de Deus. Parece ridículo mas é Deus o Senhor da vida e é Ele quem nos cuida e protege sempre que recorremos a Ele. Se deixamos de orar, Ele não pode fazer nada.... Responder
0 comentários

AnaT71

  18 dias atrás
Algo terá de aquecimento global, mas concordo com o colega M4102987, manutenção de sarjetas, esgotos e afins também podem ter influência.
Há uns anos atrás, no Rossio, Lisboa a água chegou às janelas do Teatro D Maria e tido se deveu a sarjetas entupidas e uma forte chuvada.
Manutenção é fundamental no caso de sarjetas e esgotos. Para o caso do aquecimento global, pois fazer tudo aquilo que entre todos divulgamos aqui na Toluna no passado mês de Setembro.
Responder
0 comentários

M4102987

  18 dias atrás
Na minha opinião estas cheias em Veneza não estão só relacionadas com o aquecimento global, apesar de poder ter a haver com o aquecimento global, tem também a haver com a drenagem dos esgotos, que deveria estar bem feita e não está. Por isso o presidente do munícipio e os locais põem as culpas no aquecimento global. É muito mais fácil do que assumir as responsabilidades.
No que eu estive a investigar e o que alguns amigos meus que lá foram passear dizem, é que Veneza não é sempre tão bonita como os turistas a vêm. Veneza tem ruas muito sujas e tem dias que cheira muito mal. Os esgotos não estão feitos como deve ser, quando há uma forte cheia, fica tudo inundado.
"Em Veneza não há drenagem e inclusive há quem diga que não há nem encanadores. Todo o lixo é jogado diretamente nos canais. Porém, eles foram projetados de tal forma que a maré transporta o lixo das águas residuais para o mar, para que as ruas estejam sempre limpas. Mas durante tempestades pesadas, as ruas ficam inundadas e mal cheirosas.Geralmente a opinião dos turistas em relação ao cheiro de Veneza tem dois pontos de vista: alguns sentem simplesmente um aroma de frescor, e outros de água pútrida". (in tudo sobre Veneza)
Responder
0 comentários

P7905281t

  18 dias atrás
Claro que estás não são as piores cheias de sempre e que antigamente também as havia, mas o que nos dizem os estudos é que estes fenómenos extremos são e continuarão a ser mais frequentes...
Talvez ao sentir na pele os impactos económicos da falta de medidas, aqueles que têm de decidir, se decidam de uma vez por todas a decidir mesmo!
Responder
0 comentários

luest1976

  18 dias atrás
É bem provável que toda esta meteorologia inconstante que temos vindo a assistir, seja causada pela aquecimento global.
O preocupante é que cada vez estas situações são mais graves, há sítios onde o calor e a seca são extremos e noutros a chuva e a consequente subida das águas dos rios e mares deixam cidades e vilas alagadas.
A natureza é sábia e está a dar sinais, cada vez mais evidentes de que temos que mudar os hábitos humanos, mas infelizmente os interesses financeiros falam mais alto…
Há que mudar as mentalidades dos governantes, o que não é fácil… antes que seja tarde demais...
Responder
0 comentários

penedo.fmg

  19 dias atrás
Nuns locais chove em excesso...noutros nem pinga....esta é uma das formas que a natureza tem de tentar chamar a atenção do Homem para que pare com os abusos aos quais a sujeita....mas o Homem egoísta, egocêntrico e interesseiro só vai mesmo parar quando não existir mais arvores para abater, mais animais para matar, mais agua para beber e ai vai perceber, tarde demais, que dinheiro não se come......todos sabem como acabar com esta revolta da natureza, mas ninguém o quer fazer por interesses que vão muito para além do bem estar comum.... Responder
2 comentários

J2172754d

  19 dias atrás
penso que está relacionado com o aquecimento global e a tendência é para piorar a situação.. Mesmo que se tomem medidas agora há consequências irreversíveis e outras que não serão revertíveis a curto prazo, pelo que estou convencida de que ainda vamos ver mais situações com estas...
Sou da opinião que é urgente tomar medidas, individualmente e não só, isto porque se formos só nós "os pequenos" a tomar medidas, o impacto vai ser sempre reduzido. Não podem ser só "meia dúzia" a fazer algo, tem que ser o mundo inteiro a mudar mentalidades e atitudes, para que se possa sentir alguns progressos e melhorias.
Responder
1 comentários

spascoalina

  19 dias atrás
Nao ha Veneza B Responder
0 comentários

afradinho

  19 dias atrás
Não tem nada a ver... no ano passado no Verão estive lá e andei com a água pelas canelas. Responder
0 comentários
Copiado para a área de transferência

Está quase lá

Para poder criar conteúdo na comunidade

Verifique seu e-mail / reenviar
Não, obrigado! Estou apenas de passagem

OK
Cancelar
Desactivamos a funcionalidade de login com Facebook. Por favor, digite o e-mail associado ao seu Facebook para receber um link de criação de palavra-passe.
Por favor, insira dados válidos para Email
Cancelar
A processar...
Quando coloca uma imagem, o nosso site fica melhor.
Carregar