Share Voto Rápido

Poll link

500 px
350 px
250 px
Pré-visualizar

- Pré-visualizar

Largura - Altura em pixeis - pixeis

Fechar pré-visualização
! Está a usar um navegador que não é compatível A sua versão do navegador não está otimizada para a Toluna, recomendamos que instale a versão mais recente Atualizar
A nossa Política de Privacidade rege a sua participação no nosso Painel de Influenciadores, que você pode acessar aqui. O nosso website usa cookies. Como no mundo offline, cookies tornam qualquer situação melhor. Para aprender mais sobre os cookies que são usados no nosso website, verifique a nossa Política de Cookies.

penedo.fmg

  5 meses atrás

Uma praga...duas soluções!!!
Fechado

Numa época em que a luta contra o domínio do plástico é uma constante, todos os passos dados para travar esse domínio são bem vindos.

Quando o homem quer a obra nasce....contudo não nasce ao ritmo desejado tendo em conta os custos financeiros e técnicos de cada obra....

O projeto de que vós vou falar não é novo, alias ele foi pensado em 2014 e levado por Roberto Amorim até à Universidade dos Açores e só em 2018 com o devido financiamento, é que se pode passar do sonho aos testes e ensaios....

Mas afinal que projeto é este?

Como eu sempre digo a solução para a maioria dos problemas do mundo quer em termos de sustentabilidade, quer em termos de cura para certas doenças, passa pela comunhão com a natureza, passa pelo estarmos atentos aos sinais que ela nos envia.......tendo em conta que a Natureza é perfeita e a Humanidade fica muito aquém da perfeição...

Não se já alguma vez ouviram falar da planta denominada por Conteira (hedychium gardnerianum), esta planta natural do Açores é dona de uma beleza encantadora, contudo tem um grande defeito, é uma planta invasora, que prolifera pelo arquipélago de forma descontrolada, tendo sido há muito identificada como uma praga, uma ameaça a vegetação autóctone da região.

Então o que é que o Homem idealizou?
Ele idealizou que esta mesma planta dadas as suas características, poderia ser usada como uma alternativa sustentável ao plástico descartável....e não é que este é um sonho viável....além de ser um brilhante dois em um pois funciona como "controlo de praga/sustentabilidade ambiental".

Assim sendo caules e folhas desta planta estão a ser transformados em protótipos de pratos, copos e talheres, que apesar de no futuro continuarem a ser descartáveis (podendo um copo se usado no máximo 3 vezes e os pratos no máximo 5 vezes), pelo facto de serem biodegradáveis vão poder ser colocados nos locais de compostagens, servindo de adubo natural.
Não sendo colocados para a compostagem e sendo colocados no lixo comum a sua vida é de apenas 90 dias e o seu impacto ambiental é nulo.

Apesar de ainda serem necessários mais estudos e testes de modo a articular vários elementos e a conjuga los com a industria do sector em causa, acredita se talvez daqui a dois anos possamos ter este material a venda em todo o lado.

Já conheciam esta planta e o seu poder invasor?
Então e o segrego que ela guardava em si, de poder ajudar na luta conta o reino do plástico?
Que vós apraz dizer sobre tudo isto?
São projetos destes que me deixam com um sorriso na alma e com o coração cheio de esperança num futuro melhor?



.
Responder

Willow_life

  5 meses atrás
Adorei este projecto :) Estes projectos fazem me encher o coração de esperança de um futuro risonho. Não conhecia este projecto mas foi muito bem pensado e estruturado espero que num futuro próximo esteja acessível a todos para que todos juntos possamos dizer não ao plástico :)
1 comentários

Copiado para a área de transferência

Está quase lá

Para poder criar conteúdo na comunidade

Verifique seu e-mail / reenviar
Não, obrigado! Estou apenas de passagem

OK
Cancelar
Desactivamos a funcionalidade de login com Facebook. Por favor, digite o e-mail associado ao seu Facebook para receber um link de criação de palavra-passe.
Por favor, insira dados válidos para Email
Cancelar
A processar...
Quando coloca uma imagem, o nosso site fica melhor.
Carregar